Revista Barril


PARA QUE O CÉU SEJA CÉU

novembro de 2017

Edição: 18


Conversa de vagalumes sobre o espetáculo Para que o céu não caia, da Cia. Lia Rodrigues de Danças

Reverbera #18

novembro de 2017

Edição: 18


A atriz, performer e dramaturga Lara Duarte reverbera o espetáculo "Feminino Abjeto", de Janaína Leite, apresentado em novembro no Galpão do Grupo XIX, São Paulo.

Reverbera #17

outubro de 2017

Edição: 17


O diretor teatral, integrante do coletivo COATO Marcus Lobo reverbera o espetáculo "A persistência das últimas coisas", dir. Celso Jr.

Editorial #17

outubro de 2017

Edição: 17


É incrível como os dias passam rápido. A Barril começa a esbanjar as marcas do seu segundo ano. Que venha a maturidade, portanto. É muito bom perceber como os textos…

ANA DE FERRO – DA PROVÍNCIA AO CAOS, DO CAOS À LAMA

setembro de 2017

Edição: 16


Sobre o espetáculo Ana de Ferro – A Rainha dos Tanoeiros Obra de Miriam Halfim, encenada por Emanuel David d’Lúcard.

ÉDIPO REI – O REI DOS BOBOS

setembro de 2017

Edição: 16


Édipo Rei – o rei dos Bobos  é um trabalho que marca com incisão o panorama brasiliense de Artes Cênicas ao remontar a clássica tragédia grega, de Sófocles, de título homônimo com subtítulo irônico, neste caso.

Foto de Felipe Sabino

Reverbera #16

setembro de 2017

Edição: 16


O espetáculo "Suddenly" - dirigido por Jaiotz Osa e apresentado em Donostia/San Sebastian (País Basco) - foi o ponto de partida da crítica-corpo audiovisual produzida por Thiago Cohen. Participação de Violeta Wulff (dançarina) e Thiago Luiz (filmagem e edição).

Editorial #16

setembro de 2017

Edição: 16


Que Exu abra os nossos caminhos brandindo sua enorme piroca, Laroyê! Que as deusas peladas da Renascença saltem de suas conchas e venham nos abençoar! Que os deuses gregos nos…

É POIS UM APAIXONADO QUE FALA E DIZ

agosto de 2017

Edição: 15


Sobre o espetáculo “L-O-V-E”, de Paula Diogo (Má-Criação – Portugal)

REVERBERA #15

agosto de 2017

Edição:


A diretora teatral, designer de games e iluminadora Ana Antar reverbera o espetáculo "A Voz do Campeão", dir. Edvard Passos.

Editorial #15

agosto de 2017

Edição: 15


Neste mês de agosto lançamos a Barril Impressa, uma edição comemorativa que reúne os textos mais ferozes já publicados por aqui. A beleza da publicação deve-se a Laís Machado e…

ECOLOGIA POR UMA CRÍTICA SOLIDÁRIA

julho de 2017

Edição: 14


Uma coisa é confrontar e questionar modos diferenciados de fazer, outra coisa é achar que o próprio modo de fazer deve ser imposto por ser o mais adequado e verdadeiro.

Reverbera #14

julho de 2017

Edição: 14


: A atriz Márcia Andrade reverbera o espetáculo "Ponto e Vírgula: pequena pausa antes do fim”.

Editorial #14

julho de 2017

Edição: 14


Salvador sofre as consequências do inverno mais rigoroso desta década. As temperaturas que beiram os vinte graus têm endurecido as juntas de nossos diletos escritores. Por quanto tempo ainda resistiremos?…

O Diário Rosa: um caso de urgência

junho de 2017

Edição: 13


O projeto Diário Rosa inclui 5 eventos, criados com base na temática da violência contra o gênero feminino e promovendo diálogos com outras linguagens.

Reverbera #13

junho de 2017

Edição: 13


A videomaker, artista visual e performer Tâmara Lyra reverbera o espetáculo de rua "Belas, Arretadas e Fora da Casinha", apresentado no mês de junho, no Rio Vermelho.

Editorial #13

junho de 2017

Edição: 13


Treze. Número de sorte para alguns, de azar para outros.

Sobre asas extirpadas ou como Ícaro até que tentou

maio de 2017

Edição: 12


Sobre asas extirpadas ou como Ícaro até que tentou
Rizoma a partir da obra Ruína de Anjos

O espetáculo “Barrela”

maio de 2017

Edição: 12


O ator, performer e dramaturgo Heron Sena, reverbera o espetáculo "Barrela", montagem do consagrado texto de Plínio Marcos, com direção de Nathan Marreiro.

Editorial #12

maio de 2017

Edição:


Na atual conjuntura política, a comunicação parece estar cada vez mais rarefeita e o campo artístico é, ou deveria ser, um terreno favorável para a experimentação de outras formas de…

O youtuber humorista João “Seu” Pimenta reverbera o espetáculo do Teatro Nu

abril de 2017

Edição: 11


Na Edição #11, o youtuber humorista João "Seu" Pimenta reverbera o espetáculo do Teatro Nu, "Os Pássaros de Copacabana", com direção de Gil Vicente Tavares e atuação de Marcelo Prado.

Editorial #11

abril de 2017

Edição: 11


Como qualquer coisa viva, a Barril cresce a cada nova experiência, a cada edição. Graças ao projeto “Dinamização Crítica”, que se iniciou em março desse ano, temos recebido textos de todo o Brasil.

Como pode pesar uma fala (do lugar dela)

março de 2017

Edição: 10


Confesso que vi com sincero desapontamento o texto assinado por Val Souza, sob o título “ White privilege and corpos que importam: como falar de coisas invisíveis?”, publicado no número 10 da revista online Barril, que acabo de conhecer, por via de ver meu nome citado ali.

Na Cola de Márcio Meirelles

março de 2017

Edição: 10


O tom de voz de Márcio é estável e macio, soa como se sempre imprimisse uma dose de preguiça aveludada ao dito. Há uma atmosfera de calmaria a seu redor.

“Maradona!” ou Deus não toma Coca-Cola

março de 2017

Edição: 10


Encontro um amigo que me dá carona até o centro da cidade. Em pouco tempo estou na praça Ruy Barbosa. Dou uma volta, converso com alguns conhecidos e depois sento numa mesa para comer pastel e beber Coca-Cola.

White privilege and corpos que importam: como falar de coisas invisíveis?

março de 2017

Edição: 10


Afinal, se estamos aqui nesse evento escancarando a falência da academia em lidar com nossa presença, nossos corpos, nossas estéticas, é porque tudo que vem sendo criado e pensado por vocês sem nossa presença mostra o quanto nossos corpos são invisíveis e, para vocês, não existem.

Companhia de dança Ballet Vip

março de 2017

Edição: 10


O cineasta Caio Araujo reverbera a companhia de dança Ballet Vip. Caio tomou como provocação shows do Ballet durante o evento #B_T_VERÃO #FAROF_DA (apresentações do grupo musical B_t_pgdão, em janeiro de 2017, na praça Tereza Batista, no Pelourinho)
Dançarino: Cristian Beell

Editorial #10

março de 2017

Edição: 10


São as águas de março trazendo a nossa primeira edição de 2017. Depois de um breve recesso, voltamos com fôlego renovado, todos ávidos pelos acontecimentos em teatro, dança e performance, como ávidos devem estar nossos fieis leitores à espera de novos textos.

Ter a alma e o corpo nus

novembro de 2016

Edição: 9


Ele entra no quarto, pega o computador e volta para sala. Nesse momento (escuto), ele mostra Têtê Espíndola e Björk para Marcela e Geor. Ontem, depois de ter falado saudade e cansaço, encontro Léo fazendo um fauno

Fotografia e maquiagem: Nina Codorna / Drag: Leona do Pau

O bons jovens perdidos em outros tempos

novembro de 2016

Edição: 9


A partir da crítica Major Oliveira: nossos bons velhinhos e o tempo que vivemos, de Alex Simões. Revista BARRIL, Ed.08/2016

O multiartista Leonardo França reverbera o espetáculo-solo “Casa de Ferro”, de Maurício Assunção.

novembro de 2016

Edição: 9


O multiartista Leonardo França reverbera o espetáculo-solo "Casa de Ferro", de Maurício Assunção.

Editorial 09

novembro de 2016

Edição: 9


Porém, não foi fácil (e nem será) exercitar a crítica artística. Seja pelo volumoso trabalho empreendido pelos artistas da BARRIL ou pela falta de costume da cidade com um posicionamento analítico que decide ir além das espumas circunstanciais.

Quais os universos imaginários compõem as criações coreográficas dos coreógrafos que vem das Danças Urbanas?

setembro de 2016

Edição: 8


Em novembro deste ano a França mais uma vez invade o Brasil com sua Dança. Em uma mostra que percorre 15 cidades de nosso território, composta por 16 companhias que trazem coreógrafos consagrados

"Pixel", de Mourad Merzouk/ Fotografia: Guilles Aguiar

A GRANDE CRÍTICA

setembro de 2016

Edição: 8


Sobre a crítica “Imperadores de nós mesmos”, de Welington Andrade, na Revista CULT, publicada em 10 de outubro de 2016: http://revistacult.uol.com.br/home/2016/10/welington-andrade-imperadores-de-nos-mesmos/ Parece que todas as coisas grandes, para que soem…

A maquiadora e performer Marie Thauront reverbera o espetáculo “Escandalosa” de Brisa Morena

setembro de 2016

Edição: 8


A maquiadora e performer Marie Thauront reverbera o espetáculo "Escandalosa" de Brisa Morena

Editorial #08

setembro de 2016

Edição: 8


A cidade é dividida em três polos: a canonização, a cooptação e a indiferença. Dentre estes polos, a canonização crítica é a mais nefasta, pois é ela que promove os outros dois polos.

A atriz, dramaturga, poetisa, performer, e produtora Raiça Bomfim reverbera o espetáculo espanhol “El Agitador Vórtex”

agosto de 2016

Edição: 7


A atriz, dramaturga, poetisa, performer, e produtora Raiça Bomfim reverbera o espetáculo espanhol "El Agitador Vórtex", criação de Cris Blanco, apresentado durante o festival IC - Encontro das Artes, em agosto.

Editorial #07

agosto de 2016

Edição: 7


Ah, o número sete! Não nos levem a mal, caros amigos, mas aqui reservamos algumas surpresas pra vocês. Afinal, porque diabos o espectador ou o leitor deveriam sempre ficar nos seus lugares, como se diz naquele velho ditado: “o cliente sempre tem razão?”

Espectro das Divindades

julho de 2016

Edição: 6


Estava lendo, isso sempre faz o sujeito refletir e lembrar. Então, primeiro me lembrei de Daniel, que o tempo em que passei confinado com ele e com meus oito companheiros foi muito marcante.

Foto de Thor Vaz

O ator e dramaturgo Thor Vaz, reverbera o espetáculo Bispo, solo com direção e atuação de João Miguel.

julho de 2016

Edição: 6


O ator e dramaturgo Thor Vaz, reverbera o espetáculo Bispo, solo com direção e atuação de João Miguel.

Editorial #05

julho de 2016

Edição: 6


Consequentemente, a produção crítica se disponibiliza a vigiar e dizer se aquilo é ou não teatro a partir dos chavões críticos que os artistas soteropolitanos estão acostumados a receber e/ou produzir.

Pensando os [dilemas] desafios do ator artista contemporâneo [diante da descentralizaçãodo drama] em meio a crise de paradigmas [1]

junho de 2016

Edição: 5


Para começar, façamos um acordo básico: pense junto comigo sobre o fato de que o ato criativo não ocorre apartado das mediações entre corpo e ambiente. Isso nos sugere não só uma obviedade sobre a tentativa incansável de nós ocidentais, em não separar mente e corpo ou sujeito e objeto, como também uma mudança no olhar sobre as implicações entre temporalidade e pensamento histórico.

DRAMÁTICAS

junho de 2016

Edição: 5


Rizoma criado a partir da leitura dramática de "A mulher do fundo do mar", no Festival da Nova Dramaturgia de Melanina Acentuada.

Editorial #05

junho de 2016

Edição: 5


É com muita felicidade que chegamos à 5ª edição da Revista Barril. O trabalho de se pensar um novo pensamento crítico em artes cênicas, principalmente para as artes cênicas soteropolitanas, tem sido demasiadamente trabalhoso e intenso, mas gratificante na mesma proporção.

Maçã, moinhos e espirais – uma aspiração cênica

maio de 2016

Edição: 4


Relutei, comigo mesma, em escrever sobre o texto Fissura por Fissura: Sobre Maçã – Um Acontecimento Cênico, de Diego Pinheiro, e me senti também grata pelo convite de colocar a cara-no-sol,…

Reverberação de Mamba Negra e Malaika SN do espetáculo Romeu e Julieta – Da Cia de Teatro da UFBA.

maio de 2016

Edição: 4


Reverberação de Mamba Negra e Malaika SN do espetáculo Romeu e Julieta - Da Cia de Teatro da UFBA.

Editorial #04

maio de 2016

Edição: 4


A escrita crítica é constantemente pressionada por duas forças: a da linguagem jornalística e a da rigidez acadêmica. Desde o início optamos por ser uma revista digital, aberta ao fluxo das redes sociais, o que evidentemente aproximou o indissociável par produção-leitura, mas ao mesmo tempo nos expôs ao perigo de recair no reme-reme explorador de atualidades, tal qual se observa em grande parte dos sites culturais.

DANÇAR PARA NÃO SURTAR

abril de 2016

Edição:


Uma militante diante da cerimônia “inclusiva” do Prêmio Braskem de Teatro 2015 SELFIE 1 Hora de apresentar as artistas que concorriam ao Prêmio Braskem 2015 de melhor atriz. Neste momento,…

NARRATIVA DO AGORA

abril de 2016

Edição: 2


O diálogo enquanto guerrilha metogológica
O que a gente do mundo branco das artes não consegue entender é que, no diálogo que nós, indiasnegroshomossexuais estamos instaurando,

Revista Barril, Beco Ocupado e Mínimos Óbvios

abril de 2016

Edição: 2


O espaço ENCONTRO da segunda edição foi dedicado às duas ocupações artísticas que acontecem simultaneamente em Salvador: Mínimos Óbvios e Beco Ocupado, representadas respectivamente pelas presenças Djalma Thürler (Ateliê Voador Teatro) e Thiago Romero(Teatro da Queda).

Foi um papo massa, que buscou dar um panorama dessas ações absolutamente necessárias e pensá-las dentro da conjuntura atual, além de provocar os dois diretores a falarem suas opiniões sobre estética, política, urbanidade, etc.

O Artista Como Réfem do Pensamento

abril de 2016

Edição: 2


Como salientado na edição anterior da Revista Barril pelo parceiro Daniel Guerra, a coluna Crítica da Crítica se propõe a organizar reverberações de outras estruturas de pensamento crítico sobre as obras artísticas no campo das artes cênicas soteropolitanas.

ONDE SE ABREM OS ABISMOS

abril de 2016

Edição: 2


Esse começo vai parecer manchete sensacionalista ou narração de filme noir. Fazer o quê? É noite. Numa casa ao fundo do beco, dois homens trocam porradas.

Foto de Andrea Magnoni

Reverberação de Yuri Tripodi do espetáculo O Castelo da Torre, do grupo Vilavox .

abril de 2016

Edição: 2


Reverberação de Yuri Tripodi do espetáculo O Castelo da Torre, do grupo Vilavox .

Vidro Fumê

abril de 2016

Edição: 2


Vivemos tempos difíceis: Caos político, ameaças de golpes, violência urbana crescente, repressões institucionais várias, assédio urbano, dificuldade em ocupar os espaços públicos disponíveis (que são poucos), protestos, repressão policial....

Foto de Andrea Magnoni

Editorial #02

abril de 2016

Edição: 2


A Barril – Revista de Crítica das Artes Cênicas chega em sua 2ª edição com a certeza da necessidade do fomento da crítica soteropolitana.

Artistas de todo o mundo, emancipai-vos

abril de 2016

Edição: 3


Antes de qualquer coisa, permitam-me: escrever sobre performance não é traí-la. Performance como gênero já é sua própria escritura. Portanto, nada há de anacrônico em teorizar performance.

Por que não sou um espetáculo (?)

abril de 2016

Edição: 3


_ se esse texto fosse um espetáculo, ele se chamaria… e este aglomerado de pessoas seria… ​ e eu faria o papel de … Esta seria a citação que viria…

Obra de Paulo Gaiad, da série Inferno

DA NOITE EM QUE FUI ALICE

abril de 2016

Edição: 3


Tenho esse hábito antiquado de realizar minhas refeições em família. São eventos em regra cotidianos, é claro. No entanto, às vezes não poderiam ser mais extraordinários.

Foto de Izabela Valverde

Editorial #03

abril de 2016

Edição: 3


O Brasil entra numa de suas grandes efervescências políticas desde os movimentos da redemocratização ou do impeachment do “caçador de marajás”.

2018 | Revista Barril - ISSN 2526-8872 - Todos os direitos reservados.