Diego Pinheiro


Egípcias e Outras Colagens

abril de 2017

Edição: 11


já dentro da performance de Malayka, sinto minhas contradições vulcanizarem. É ridículo estar num espaço e pensar que encontrou algo que esperava tanto

Colagem de Diego Pinheiro

Questões Sobre Arte Contemporânea Negra

março de 2017

Edição: 10


Se, de repente, começarmos a ouvir os artistas[1] que falam e produzem arte contemporânea negra[2] em Salvador, corremos o risco de termos um dos maiores abalos sísmicos no meio artístico da cidade.

“Sun Ra, The Shadows Cast by Tomorrow”

Manobra de Flanco

novembro de 2016

Edição:


Falar sobre a solenidade de encerramento da seleção pública das setoriais artísticas 2016, que culminaria na assinatura do TAC (Termo de Acordo e Compromisso), é retornar aos pensamentos clássicos sobre…

“Se” Mágico

setembro de 2016

Edição: 8


Ser artista e compor, juntamente com outros artistas, um coletivo de crítica têm sido, definitivamente, um rico aprendizado

Foto de Dôra Almeida

Umbigo e Útero

agosto de 2016

Edição: 7


Recentemente o Grupo Caixa do Elefante – Teatro de Bonecos, a partir de seu espetáculo Prólogo Primeiro, fez-me reencontrar com o fantasma de Gordon Craig.

Foto de João Bertonie

O Sentido e o Homem Torto

julho de 2016

Edição: 6


Em 2009, quando eu era um calouro do curso de direção teatral na Escola de Teatro da UFBA, fui ver uma série de performances na Escola de Dança, da mesma universidade.

Foto de Inês Correa

BOLHA

junho de 2016

Edição: 5


Peço perdão aos evoluídos criadores, mas penso que todo artista é um tanto quanto perturbado pelos porquês. Principalmente aqueles que sentiram as consternações em sua passagem por alguma academia artística.

Efeito Nanicolina

maio de 2016

Edição: 4


A Partir d’O Bobo, solo de Caio Rodrigo Diego segue pensando qual é o seu lugarzinho na arte… Toda vez que falo a palavra arte me vem um estranhamento, parece acontecer algum…

Teor [étic “a” s]

abril de 2016

Edição: 2


Rizoma Para Lilith In Concert​

Foto de Andrea Magnoni

FISSURA DE FISSURA

abril de 2016

Edição: 3


Não tem muito tempo que em uma mesa de bar disse com tom embriagado, e talvez empolado demais, que ninguém no campo artístico, especificamente nas artes cênicas, poderia usar acontecimento sem ao menos ter uma básica noção fenomenológica quanto ao termo – logo eu, um “diletante-simpatizante” da fenomenologia.

Foto de Talitha Andrade

ARTES CÊNICAS NA BAHIA

março de 2016

Edição: 1


No ano passado, via Edital de Grupos e Coletivos Culturais, o Teatro Base trouxe o LUME Teatro para um intercâmbio com o grupo nos nomes de Carlos Simioni e Renato Ferracini.

Eco do Silêncio, foto de Urbano Neto.

Igbe Antônia

março de 2016

Edição: 1


Dizer o quanto é necessário a concepção de obras cênicas que tenham como foco o protagonismo negro, não chega a ser uma novidade para a classe artística.

Foto de Andrea Magnoni
2018 | Revista Barril - ISSN 2526-8872 - Todos os direitos reservados.