Cênicas | Ensaio


Eu vi um teatro nas águas de um rio

março de 2018

Edição: 19


Sinto uma opressão no peito: algo em mim parece estar sendo comprimido, suprimido, sufocado. Compreendo, depois de muita angústia, que isso tudo pode não ser nada: um nada que precisa de espaço; um nada que preciso ser.

ENTRE CAVALOS E SUICIDAS

novembro de 2017

Edição: 18


“Um dia esse menino voa”, proclamava minha vó enquanto me via balançar os braços debaixo da mesa. Uma criança pode agitar os braços como quiser, mas eu agitava diferente. Eram…

GEMER A GRAMÁTICA DA EXISTÊNCIA

agosto de 2017

Edição: 15


Esse texto não deveria ser escrito nesta língua e nem em língua nenhuma. Hoje ainda se escrevem textos em línguas, frases conjugadas em significação que possibilitam movimentar pensamentos e corpos;…

ELOGIO AO HOBBY

julho de 2017

Edição: 14


Há os que dormem, comem, trabalham, transam e cultivam hobbies. Quanta diferença nesses seres! Essas são as pessoas desinteressadas, portanto as mais interessantes. Não que sejam totalmente desinteressadas, pelo contrário.

Fantasias revolucionárias

maio de 2017

Edição:


Em “Memórias do Subsolo” Dostoiévski narra a fábula de um sujeito que resolveu mijar numa das pilastras do Palácio de Cristal. A imagem deve ter proporcionado boas risadas ao autor;…

Não é arte, ainda bem.

abril de 2017

Edição: 11


As antipalestras de Rabih Mroué
Toda experiência conjuga dimensões éticas, noéticas, estéticas. Éticas, porque todo fenômeno pode ser lido de acordo com os valores e leis daqueles de que dele participam.

Questões Sobre Arte Contemporânea Negra

março de 2017

Edição: 10


Se, de repente, começarmos a ouvir os artistas[1] que falam e produzem arte contemporânea negra[2] em Salvador, corremos o risco de termos um dos maiores abalos sísmicos no meio artístico da cidade.

O contexto da presença

novembro de 2016

Edição: 9


Desde o primeiro contato com as Escolas de Arte ocidentais nos deparamos com o conceito de presença. Presença cênica, presença de palco, presença. Presença enquanto capacidade de atração. Presença enquanto aprimoramento técnico. Presença enquanto ato de estar concentrado e atento ao presente.

A visão personalíssima do clássico

setembro de 2016

Edição: 7


Quando morei no Campo Grande escrevi uma peça que, até hoje, só uma pessoa chegou a conferir. Não tenho os critérios para saber se ela funcionaria ou não nos palcos, e confesso que nunca me esforcei muito para vê-la encenada, mas me diverti bastante escrevendo.

Quais os universos imaginários compõem as criações coreográficas dos coreógrafos que vem das Danças Urbanas?

setembro de 2016

Edição: 8


Em novembro deste ano a França mais uma vez invade o Brasil com sua Dança. Em uma mostra que percorre 15 cidades de nosso território, composta por 16 companhias que trazem coreógrafos consagrados

Espectro das Divindades

julho de 2016

Edição: 6


Estava lendo, isso sempre faz o sujeito refletir e lembrar. Então, primeiro me lembrei de Daniel, que o tempo em que passei confinado com ele e com meus oito companheiros foi muito marcante.

Pensando os [dilemas] desafios do ator artista contemporâneo [diante da descentralizaçãodo drama] em meio a crise de paradigmas [1]

junho de 2016

Edição: 5


Para começar, façamos um acordo básico: pense junto comigo sobre o fato de que o ato criativo não ocorre apartado das mediações entre corpo e ambiente. Isso nos sugere não só uma obviedade sobre a tentativa incansável de nós ocidentais, em não separar mente e corpo ou sujeito e objeto, como também uma mudança no olhar sobre as implicações entre temporalidade e pensamento histórico.

Páginas: 12
2018 | Revista Barril - ISSN 2526-8872 - Todos os direitos reservados.