Cênicas


DESPACITO

agosto de 2017

Edição: 15


Sobre Looping - Bahia Overdub, de Felipe Assis, Leonardo França e Rita Aquino

Assim também já é demais também

agosto de 2017

Edição: 15


Sobre o espetáculo “Minha irmã”, direção de Marcos Oliveira

GEMER A GRAMÁTICA DA EXISTÊNCIA

agosto de 2017

Edição: 15


Esse texto não deveria ser escrito nesta língua e nem em língua nenhuma. Hoje ainda se escrevem textos em línguas, frases conjugadas em significação que possibilitam movimentar pensamentos e corpos;…

E AGORA?

agosto de 2017

Edição:


http://www.agoracriticateatral.com.br/home A Revista AGORA / Crítica Teatral nasce em 2015, resultado de uma oficina de Crítica Teatral realizada pelo Goethe Institut de Porto Alegre com participação de Jürgen Berger. Seis…

É POIS UM APAIXONADO QUE FALA E DIZ

agosto de 2017

Edição: 15


Sobre o espetáculo “L-O-V-E”, de Paula Diogo (Má-Criação – Portugal)

VAGA CRÍTICA

agosto de 2017

Edição: 15


Sobre o espetáculo Vaga Carne, de Grace Passô.

CONFRONTAR PARA GARANTIR O RESPEITO

julho de 2017

Edição: 14


Sobre a peça Condenados, da Companhia SouDessa Uma peça fundamentada numa tese: a homofobia é uma construção dos heterossexuais para subjugar e eliminar os homossexuais e transexuais e só nos…

ELOGIO AO HOBBY

julho de 2017

Edição: 14


Há os que dormem, comem, trabalham, transam e cultivam hobbies. Quanta diferença nesses seres! Essas são as pessoas desinteressadas, portanto as mais interessantes. Não que sejam totalmente desinteressadas, pelo contrário.

Levantem das cadeiras e deem um passo atrás, brancos:

julho de 2017

Edição: 14


sobre a conferência de Angela Davis e outros eventos menos badalados e igualmente relevantes No dia 25 de julho do ano de 1992 foi criado o dia Internacional da Mulher…

DECADANCE Por uma dança sem corpo

julho de 2017

Edição: 14


A partir de Intempestivamente, performance de Adam Kinner apresentada na Escola de Dança da UFBA.

TODO MENINO BAIANO TEM UM JEITO

julho de 2017

Edição: 14


A construção da baianidade não data de muito longe. Ainda que seja “terra mãe do Brasil”, como gosta de nos lembrar o slogan, por alguns séculos ser baiano não era considerado lá grande coisa.

ECOLOGIA POR UMA CRÍTICA SOLIDÁRIA

julho de 2017

Edição: 14


Uma coisa é confrontar e questionar modos diferenciados de fazer, outra coisa é achar que o próprio modo de fazer deve ser imposto por ser o mais adequado e verdadeiro.

Páginas: 12345...10...
2018 | Revista Barril - ISSN 2526-8872 - Todos os direitos reservados.