Cênicas | Treta


ANA DE FERRO – DA PROVÍNCIA AO CAOS, DO CAOS À LAMA

setembro de 2017

Edição: 16


Sobre o espetáculo Ana de Ferro – A Rainha dos Tanoeiros Obra de Miriam Halfim, encenada por Emanuel David d’Lúcard.

Assim também já é demais também

agosto de 2017

Edição: 15


Sobre o espetáculo “Minha irmã”, direção de Marcos Oliveira

Levantem das cadeiras e deem um passo atrás, brancos:

julho de 2017

Edição: 14


sobre a conferência de Angela Davis e outros eventos menos badalados e igualmente relevantes No dia 25 de julho do ano de 1992 foi criado o dia Internacional da Mulher…

ENTÃO FALEMOS DAS RAPOSAS REAIS

junho de 2017

Edição: 13


Sobre o espetáculo “As Pequenas Raposas”   O bom de ser honesto é que a concorrência é pequena. (Marcos Castelhano, “Love Songs”, A Tarde FM) Nas vésperas do São João,…

Querido Pretato,

maio de 2017

Edição: 12


Querido Pretato,
A partir do Projeto PRETATO da Escola de Teatro da UFBA

Uma questão de valores: As Frases de Mainha

abril de 2017

Edição: 11


Estamos agora vendo a agonia da classe média cultural que não é reconhecida nem pela elite, nem pelo povo. Em seu afã de dignidade, o artista médio é indiferente à arte de massa, observa com admiração distanciada as altas artes, e aprecia com superioridade a arte de rua. Quanto ao valor da arte produzida por esse grupo, o que dizer?

White privilege and corpos que importam: como falar de coisas invisíveis?

março de 2017

Edição: 10


Afinal, se estamos aqui nesse evento escancarando a falência da academia em lidar com nossa presença, nossos corpos, nossas estéticas, é porque tudo que vem sendo criado e pensado por vocês sem nossa presença mostra o quanto nossos corpos são invisíveis e, para vocês, não existem.

Manobra de Flanco

novembro de 2016

Edição:


Falar sobre a solenidade de encerramento da seleção pública das setoriais artísticas 2016, que culminaria na assinatura do TAC (Termo de Acordo e Compromisso), é retornar aos pensamentos clássicos sobre…

CARTA AOS CRIADORES

setembro de 2016

Edição: 8


Não gostaria de, assim, principiar esta carta, mas devo dizer, logo de início, que saí triste do Teatro ISBA, na noite de 9 de outubro de 2016.

10 dicas de como lidar com a Crítica

agosto de 2016

Edição: 7


Considerando que a reverberação da crítica na nossa cidade ainda oscila entre o silêncio rancoroso e a histeria biliosa, decidimos escrever este humilde manual dividido em duas partes.

BOLHA

junho de 2016

Edição: 5


Peço perdão aos evoluídos criadores, mas penso que todo artista é um tanto quanto perturbado pelos porquês. Principalmente aqueles que sentiram as consternações em sua passagem por alguma academia artística.

[SUB]Texto

maio de 2016

Edição: 4


Romeu e Julieta no aniversário de 60 da Escola de Teatro da UFBA Tudo pode ser, se quiser será O sonho sempre vem pra quem sonhar Tudo pode ser, só…

Páginas: 12
2018 | Revista Barril - ISSN 2526-8872 - Todos os direitos reservados.