EDIÇÃO 3 | Maio 2016


A REVOLUÇÃO SERÁ LIMPINHA

Uma das melhores coisas das colunas Selfie, Rizoma e Treta é que nelas não sou obrigado a justificar nada. Só teria que dar minha idéia, na lata. Entretanto, inicio com um prelúdio a la Pero Vaz de Caminha.

Foto de Elenize Dezgeniski

Artistas de todo o mundo, emancipai-vos

Antes de qualquer coisa, permitam-me: escrever sobre performance não é traí-la. Performance como gênero já é sua própria escritura. Portanto, nada há de anacrônico em teorizar performance.

DA NOITE EM QUE FUI ALICE

Tenho esse hábito antiquado de realizar minhas refeições em família. São eventos em regra cotidianos, é claro. No entanto, às vezes não poderiam ser mais extraordinários.

Foto de Izabela Valverde

Editorial #03

O Brasil entra numa de suas grandes efervescências políticas desde os movimentos da redemocratização ou do impeachment do “caçador de marajás”.

Reverberação de Alex Simões do espetáculo Looping de Rita Aquino, Leonardo França e Felipe Assis.

Reverberação de Alex Simões do espetáculo Looping de Rita Aquino, Leonardo França e Felipe Assis.

Tapas Simbólicos

Todos estamos mais ou menos cientes acerca dos estudos sobre a espetacularidade no cotidiano, e de uns meses para cá estamos acompanhando um dos maiores espetáculos nacionais que me lembro…

FISSURA DE FISSURA

Não tem muito tempo que em uma mesa de bar disse com tom embriagado, e talvez empolado demais, que ninguém no campo artístico, especificamente nas artes cênicas, poderia usar acontecimento sem ao menos ter uma básica noção fenomenológica quanto ao termo – logo eu, um “diletante-simpatizante” da fenomenologia.

Foto de Talitha Andrade

Por que não sou um espetáculo (?)

_ se esse texto fosse um espetáculo, ele se chamaria… e este aglomerado de pessoas seria… ​ e eu faria o papel de … Esta seria a citação que viria…

Obra de Paulo Gaiad, da série Inferno
Edições: 20 19 18 17 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
2018 | Revista Barril - ISSN 2526-8872 - Todos os direitos reservados.